A realização de cortes era um ato frequente na Idade Média. Tratava-se de uma reunião dos três estados (Nobreza, Clero e Povo), que tinha como objetivo arranjar soluções para qualquer tipo de problema, a nível jurídico, que pudesse pôr em causa os destinos do reino.


Cortes na igreja de Santiago
Foi no adro fronteiro à igreja de Santiago que, em 1438, se reuniram em Torres Novas as cortes, com vista a decidir quanto à regência do Reino de Portugal durante a menoridade de D. Afonso V. As cortes iniciaram-se a 10 de Novembro e prolongaram-se por mais de quinze dias.


Cortes na igreja de S. Pedro
Das três cortes realizadas em Torres Novas, duas delas (1380 e 1525) celebraram-se na igreja de S. Pedro.
As primeiras tiveram como objetivo o juramento do contrato de casamento entre D. Beatriz, filha do rei D. Fernando, e D. Henrique, filho de D. João de Castela, união que acabou por não se concretizar.
Mais tarde, em 1525, reuniram-se as cortes para decidir qual o dote à infanta D. Isabel para o seu casamento com Carlos V, de Espanha.

 

 

 

Distância: 3500 metros Velocidade média 1 m/s Tempo do percurso 58 minutos | Download